Saturday, 27 December 2008

Think UK

Publicidade aqui pela europa não tem aquele pudor brasileiro. É dramática, realista e dura quando tem que ser. Assista essa sobre o uso do cinto de segurança.
A traduçao livre é essa:

Richard não queria morrer.
Mas ele não pode parar a si mesmo.
A colisão não o matou.
Mas ele não estava usando cinto de segurança, então sua jornada continuou.
Quando ele bateu dentro do carro, isso não o matou também.
Mas seus órgão internos continuaram viajando. Até sua caixa toráxica ser atingida. Seus pulmões foram perfurados. E a principal artéria do seu coração foi rompida. E isso que o matou.
"o que te faz parar? Sempre use o cinto de segurança

" video

2 comments:

Paula Espósito said...

Eu, particularmente, creio na funcionalidade de trabalhar com o real, mais especificamente, com o cru. Qd "despimos" uma determinada abordagem de toda a maguiagem que a publicidade pode aferecer, deixando apenas a essência, o recado é apenas passado e assimilado. E sem o apelo emocional, nos permite refletir de nós para nós. Gosto disso. Também gostei da sua sensibilidade, figura! Grande beijo!

Marina Chevrand said...

bom te ver por aqui paulinha!!!!
apareca sempre!
tb tenho as mesmas crencas que vc, e sou contra as propagandas de shampoo que faz os cabelos voarem e promessas de felicidade eterna. o cru eh mto mais honesto.

bjao querida