Wednesday, 10 December 2008

Oh Zé! Limpa essas "porquera" aí!






"Oh Zé! Limpa essas porquera aí!"
Deve ter sido assim que começou o crime. Apagaram! Sim, apagaram um muro gigante em São Paulo pintado por renomados artistas da "street art" como Gêmeos e Nunca. Uma empresa contratada pela prefeitura de São Paulo confundiu arte com pichação, e simplesmente apagou um belíssimo trabalho respeitado até mesmo pelos próprios pichadores.
A notícia não é nova, isso aconteceu em Agosto mas só vi agora e não pude deixar passar batido.
Voltando ao que interessa...
Os Gêmeos e Nunca estão sempre pela europa, e como crianças quando recebem um papel branco e uma caixa de lápis de cor pra desenhar, eles recebem fachadas inteiras e muros para fazer arte. No final do ano passado, pintaram nada mais nada menos que a fachada de 40m da Tate Modern, em Londres, uma das galerias de arte mais importantes do mundo.
...
.
..
Esse post é só para deixar exposta minha indignação e atiçar a sua também.

Por que não valorizamos arte no Brasil?
Por que os artistas brasileiros são prestigiados no exterior mas são ignorados ou tem os trabalhos depredados (como esse caso)no Brasil?
Por que o Zé (que pode ser o prefeito, ou o dono da empresa também) matou a aula de educação artística?

"apagaram tudo... pintaram tudo de cinza... só sobrou no muro, tristeza e tinta fresca"

6 comments:

sabrina said...

Sabe por que brasileiro tem que fazer sucesso no exterior primeiro e depois ser reconhecido no país em que vive? porque la, no brasil, dificilmente alguem da a cara a tapa apostando num novo talento; ninguem chega e diz: o joselito é novo e desconhecido, mas eh bom pra caramba! a gente tem medo de apostar no desconhecido (mesmo ignorando nossas melhores intuicoes), de apostar no que esta fora da curva, dos padroes e em algo totalmente distinto do que os entendidos de arte, musica, literatura, etc etc, dizem que eh bom. nao me venha perguntar o porquê: pode ser culpa da escola, da tv, do pcc, do lula, do meu pai ou da minha mae. mas eh fato: o desconhecido pra gente soa desagradavel... ate os gringos dizerem pra gente que o desconhecido eh bom e merece respeito, como os Gemeos e o Nunca e outros tantos como eles.

Livia Chevrand said...

Ma, pelo menos aqui perto de casa os grafismos nos muros estão sendo respeitados, o festival acabou tem 2 meses mas as pinturas estão legais e conservadas. Lívia

D.Vyzor. said...

Vamos mandar eles se fuderem?
Vamo, vamo?

Gostei de ver Marina.
Bjs.

Ps: olha esse video please:

http://uk.youtube.com/watch?v=JwsBBIIXT0E

adri vojvodic said...

Bom agora a mesma parede foi re-pintada pelos Gemeos e outros artistas, com direito a pedido de desculpas da prefeitura e plaquinha na parede que nem museu.
Acho engraçado como as coisas "marginais" acabam sendo domesticadas e incorporadas pelo formal, oficial.
A prefeitura está tentando mapear as pinturas espalhadas pela cidade (queria saber que raio de critério vao usar pra diferenciar a "boa arte" da " mera pixaçao", mas enfim...)para evitar que algo assim aconteça de novo.
Acho que com isso acabam indo contra o espírito da coisa. Grafiti assim como qq outra arte na rua está lá pra mudar conforme a cidade muda, e nao se manter estática, paradona... Li por aí que os Gemeos se recusaram a indicar onde estavam as suas.

adri vojvodic said...

ps. curti o vídeo do reverse graffiti

Marina Chevrand said...

ei dri!
bom saber que re-pintaram o muro!
mas essa historia de colocar plaquinha nos grafites nao tem NADA A VER! descaracteriza totalmente o lance da street art. eh o que rola com o bansky aqui na inglaterra, os muros onde ele coloca sua arte, sao mtas vezes vendidos em leiloes de arte por milhoes! capitalizacao da arte de rua is bullshit!!!