Saturday, 10 January 2009

There's probably NO GOD




video

Campanhas publicitárias de igrejas evangélicas professando o fim do mundo, a existência do inferno para os não cristãos e pecadores, de pastores que resolvem todos seus problemas, e coisas desse tipo, eu já vi em vários paises. E não gosto.
Em junho de 2008 uma organização inglesa chamada Jesus Said, lançou uma campanha em vários ônibus e metrôs em Londres, convidando as pessoas a acessarem seu website e ler o seguinte recadinho: "non-christians will be condemned to everlasting separation from God and then you spend all eternity in torment in hell … Jesus spoke about this as a lake of fire prepared for the devil". Em tradução livre "não cristãos serão condenados à separação eterna de Deus, e passarão toda a eternidade em tormento no inferno ... Jesus falou sobre isso como um lago de fogo preparado para o diabo ".
Assustador, não?
Então, como resposta,a British Humanist Association juntamente com a jornalista Ariane Sherine, e o professor Richard Dawkins, "ateísta praticante" e autor de vários livros sobre o assunto, resolveram arrecadar dinheiro para lançar uma campanha com o slogan "There's probably no god. Now stop worring and enjoy your life". (Provavelmente Deus não existe. Pare de se preocupar e aproveite sua vida). Utilizando a internet como meio, lançaram a discussão sobre o assunto e pediram doações para financiar a campanha. O objetivo era arrecadar £5.500 (aprox. 18 mil reais) e imprimir o slogam em 30 ônibus em Londres. Ao final conseguiram 2.400% a mais do esperado, £135.000 (aprox. 460 mil reais) e lançaram, no primeiro mês de 2009 em Londres e em toda inglaterra sua audaciosa campanha em 800 ônibus (200 só em Londres), cartazes e mídias digitais nas estações de metrô. Em todas as mídias é possivel ler a mensagem no final: "This advert was funded by public donations".
O mais incrível, é que agora a campanha se tornou internacional. Espanha, Alemanha, Estados Unidos, e pasmem, Itália, já lançaram suas versões similares!
Como seria a reação da nossa sociedade brasileira majoritamente católica/ hipócrita ("me da licença, esse é o meu blog e digo o que quero) se essa campanha fosse lançada no Brasil? Será que teríamos os "ônibus-ateístas" queimados, incendiados ou cercados por benzedores? Ou será que simplesmente a campanha seria proibida de ser lançada como aconteceu na Austrália, onde os veículos de comunicação se recusaram a exibir tal mensagem?
Seja lá qual fosse a reação, eu apoio a campanha, a liberdade de expressão, e o direito de exibir qualquer mensagem desde que não incite a violência, racismo e a homofomia (abaixo o papa e as bobagens que ele diz, aproveitando a deixa).
Viva a liberdade, viva os países que permitem que ela aconteça e que Deus abençoe os corajosos que dizem sem medo de queimarem no inferno serem ateístas.

7 comments:

Paula Espósito said...

Rrsrsrrs! Eu já li algo a respeito do Richard Dawkins e sobre as sandices das igrejas reformadas nem se fala... Aqui em Ipatinga descobri a "Pentecostal do Resgate da Ultima Hora" e o "Puleiro dos Anjos".

Amei o post! Sim, carpe diem fora do autoforno!! (agora tem hífen ou nunca teve??)

Marina Chevrand said...

resgate da ultima hora? jura que nao eh corpo de bombeiro?
e Puleiro dos Anjos, nao tem nada a ver com granjas que produzem free range eggs?
putz, eh cada uma que inventam pra tirar dinheiro de pobre...

Cruela Cruel Veneno da Silva said...

filha, esta é a vantagem em ser brasileiro,
aqui nas terras tupiniquins o povo tá preocupado é com jogador de futebol em motel com travesti.

esse negócio de deus pode esperar

saca?

Anonymous said...

A existência de DEUS é tão real , que a própria frase aponta para isto , "provavelmente" quer dizer que "não" , mas , pode dizer que "sim" ,. Quanto a " viver em liberdade" , demonstra a existência e caráter de DEUS , ELE é real e nos oferece vida de abundância e de verdadeira liberdade , não de libertinagem.

Marina Chevrand said...

bom, o comentario ai em cima foi anonimo - que pena, mas isso aqui eh um blog democratico e opinioes contrarias tb sao bem vindas.

Guinevere said...

Oi Marina, hoje é que descobri seu blog, gostei. Olha vi uma reportagem sobre esta campanha, na dúvida ou certeza, sei lá, é melhor aproveitar a vida.

bjs
Margte

Anonymous said...

E se ele exisitir?